quinta-feira, julho 26, 2007

Por mim mesma

Não sei desenhar. Não vejo novela. Não sei quem é a atriz do momento. Como a nêga, nunca fui à Bahia não. Nem quero ir. Não gosto de mate. Não faço pilates. Nem ioga. Odeio Paulo Coelho. Abomino Jabour e Mainardi.
Não queria morar numa cabana. Não queria ter um iate. Queria ter menos preguiça. Queria ter menos vontade. Queria tocar piano. Queria cantar. Bem alto.
Queria ler todos os livros bons. Queria ler a alma, dos maus. Queria comer chocolate e não engordar. Rir na hora de calar.
Queria ter mais amigos
verdadeiros
Queria ter menos amores
vãos.
Queria ter poderes mágicos.
De parar o tempo. De fazer voltar as horas.
Queria ter mais vidas
Pra caber tudo
Que eu queria ser.

4 comentários:

Doug disse...

Nossa, você fechou a poesia com chave de ouro! Gostei muito dessa!!

Fil Porto disse...

Poderes mágicos..depois nega que é Nerd..putz grila..hahahahaha...
Concordo com o Doug, esta tudo muito legal, parabéns,claro que BBB não é pra vc naum..vai dar prejú pra globo, tu vais ficar corrigindo todo mundo, se pendurando nas câmeras....hahahahahahhaha..fora os micos nas festas....

Anônimo disse...

Adorei muito essa!!!
Bjs,
Mari

[copos vazios] disse...

Tirando a parte de odiar o Paulo Coelho (nada contra) e de não gostar do Jabor (Gosto muito dele). Eu queria ter e ser tudo o que você disse... Principalmente a parte de ter menos preguiça e menos vontades!
Muito bom, Tati!
Você arrebentaaaaa... como sempre!
Eu atualizei meu blog, o texto é grande e não é nada além de um desabafo, se tiver saco e tempo pra ler, passa lá...
Ah! E ter menos amores vãos seria uma boa pra mim também! ;P

Beijão, linda!

Quem sou eu

Minha foto
Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Bacharel em Letras-Português Inglês pela UFRJ - Jornalista formada pela UNESA. Por mim mesma (26/07/2007) Não sei desenhar. Não vejo novela. Não sei quem é a atriz do momento. Como a nêga, nunca fui à Bahia não. Nem quero ir. Não gosto de mate. Não faço pilates. Nem ioga. Odeio Paulo Coelho. Abomino Jabour e Mainardi. Não queria morar numa cabana. Não queria ter um iate. Queria ter menos preguiça. Queria ter menos vontade. Queria tocar piano. Queria cantar. Bem alto. Queria ler todos os livros bons. Queria ler a alma, dos maus. Queria comer chocolate e não engordar. Rir na hora de calar. Queria ter mais amigos verdadeiros Queria ter menos amores vãos. Queria ter poderes mágicos. De parar o tempo. De fazer voltar as horas. Queria ter mais vidas Pra caber tudo Que eu queria ser.